St. Martin's Day

sssssssssssssssssss.jpg

On St. Martin’s day, November the 11th, the newly made wine should be checked on, according to the popular Portuguese say: “No dia de s. Martinho, vai à adega e prova o vinho”!

The Magusto is a tradition that has its roots in the rural world, where each household grows and harvests grapes and makes wine. This is a regular habit for families living in the countryside, just like having hens that provide fresh eggs to make cakes on Sundays or on feast days.

On St. Martin’s day, people ususally eat pork fried in olive oil and lard, with a simple seasoning made of garlic, bay leaves and salt, and potatoes or bread on the side. The tradition commands to taste the newly made wine during this meal; such a wine is going to be stored in wooden barrels and consumed by the family for the whole year to come. Long ago it was customary among the disadvataged families to make even children drink wine, in order to stop hunger.

This tradition then became an Autumn feast for families and friends to spend a nice time together, eating, drinking and having fun around a table. The dessert consists of chestnusts cooked with salt, sugar and anise, or just roasted with salt, and dried fruit like figs, raisins, walnuts and more.

It is a ritual that celebrates the gifts we receive from earth and the beginning of the Autumn with its beautiful colors and landscapes, before cold Winter comes. It brings people together and makes them more human, it is a tribute to Nature and it is an occasion to celebrate at home or at a friend’s place.

Make your own Magusto! It is not for sale in any shopping mall or in restaurants.

In the end, are not rituals (among other things) those things that make man more human?


No dia de S. Martinho “vai à adega e prova o vinho”!

Dia 11 de Novembro é dia de provar o vinho. Receitas para o teu Magusto.

É uma tradição que surge no mundo rural, em que cada família cultiva as suas videiras, colhe as uvas e faz o vinho para consumo da família. Tão normal como cada família ter as suas galinhas que dão ovos para fazer os bolos de domingo ou das festas.

Neste dia come-se carne de porco frita em azeite e banha, com um tempero simples de alho, louro e sal,  acompanhada com pão ou batata e prova-se o vinho novo que vai ser conservado em barris de madeira durante todo o ano para consumo diário da família. Sim, claro, porque antigamente até as criancinhas bebiam vinho quanto mais não fosse para matar a fome da pobreza.

Esta  tradição generalizou-se como uma festa de Outono que reúne família e amigos em volta da mesa, um gosto muito português. À sobremesa come-se castanhas cozidas com sal, açúcar e erva doce, ou assadas simplesmente com sal, e outros frutos secos como figos, passas de uva, nozes e outros  milagres da Natureza.

É um ritual que celebra as dádivas da terra e a entrada no Outono pincelado de tons secos antes do rigor do Inverno. Junta as pessoas e torna-as mais humanas, é uma homenagem à Natureza e é um momento para estar em festa em nossa casa ou em casa de familiares e amigos.

Faz o teu Magusto! Não existe à venda em espaços comerciais ou de restauração.

Afinal não são os rituais (entre outras coisas) que tornam o homem mais humano?


Posted on November 11, 2014 .